5 passos para um marketing imobiliário de sucesso

7 minutos para ler

A revolução digital teve e ainda tem grande impacto no comportamento e na comunicação com o consumidor. E esse movimento trouxe um desafio enorme para as empresas. Afinal, é preciso entender sobre esse novo universo para chegar até os clientes.

Para te ajudar nessa missão, apresentamos neste post a importância do marketing imobiliário, demonstrando como essa tática é fundamental para os seus negócios.

Conheça as principais curiosidades sobre o assunto, as características dessa modalidade de marketing e como ela pode impactar na qualidade e no volume dos seus resultados. Acompanhe esta leitura para descobrir mais sobre o tema!

Powered by Rock Convert

O conceito e importância do marketing imobiliário

Assim como em outras variantes do marketing, o segmento imobiliário é muito beneficiado por uma estratégia sólida de comunicação com o público. Saber quem são seus possíveis clientes, como chegar até eles e qual linguagem usar é essencial para o sucesso do negócio.

Para isso, estudar o seu público alvo deve ser o primeiro passo. Isso pode ser feito com a ajuda de consultorias ou com uma análise interna do seu banco de dados. A partir deste ponto já é possível definir um perfil padrão de quem é o seu cliente, com informações chaves como profissão, renda, escolaridade e afins.

Com essas informações em mãos, é possível definir estratégias de comunicação para chegar diretamente no seu público. Adeque o tom da linguagem, a identidade visual das campanhas e até mesmo os canais utilizados para essa conversa — outdoors, TV, redes sociais ou afins.

Com a soma dessas competências, você consegue estabelecer um conjunto de práticas, estratégias e abordagens para o marketing do seu negócio imobiliário, tornando a jornada do consumidor mais fluida, rápida e interativa — o que, consequentemente, aumenta o seu número de conversões.

A importância do relacionamento na estratégia de marketing

Um dos grandes elementos que diferenciam o segmento imobiliário de todos os outros mercados é a proximidade entre o intermediário e o consumidor. Afinal de contas, a compra de um imóvel costuma ser um momento simbólico para o futuro proprietário.

Por conta disso, priorizar o relacionamento interpessoal é uma estratégia determinante para o sucesso dos seus trabalhos. É justamente o vínculo entre os seus profissionais e clientes que tornarão as interações mais leves, descontraídas e propensas à conversão.

Para complementar nosso argumento, selecionamos três razões que reforçam essa importância. Veja!

A compra é predominantemente emocional

Da forma como percebemos, a compra imobiliária não é apenas uma aquisição funcional, como um carro ou um celular, mas também representa a conquista da segurança e da estabilidade. Além disso, existe toda uma carga subjetiva e emocional de que o comprador está adquirindo o seu ambiente de repouso, paz e tranquilidade.

Por esse motivo, é comum que empresas de sucesso na área sempre trabalhem com um marketing firme voltado para a condução emotiva da jornada de negócio, encantando o consumidor nos sites, anúncios, e-mails, ligações e afins. O seu objetivo é permear essa noção de encanto, prestatividade e esperança, garantindo que encontrará a unidade certa para o seu cliente.

O mercado é super competitivo

Assim como em qualquer outro segmento com boa rentabilidade, o setor imobiliário está abarrotado de concorrência, de modo que o cliente sempre contará com inúmeros outras corretoras e profissionais para atender suas demandas. Nesse sentido, existem duas alternativas para conquistar o consumidor.

A primeira é a atratividade, em que se usa de criatividade e bom senso estético para chamar a atenção desse cliente por meio de anúncios, páginas e conteúdos em redes sociais ou qualquer outro formato de mídia. Mas esse é um fator universal, uma vez que a criatividade é uma ferramenta útil em qualquer setor.

Já o segundo ponto é empatia no relacionamento como alternativa de distinção. Criar um vínculo de confiança e referência para o seu consumidor é determinante para que ele busque os seus serviços antes de qualquer outro. Aproveitando-se da memória seletiva e emocional, você deve garantir que todas as interações com a sua marca sejam agradáveis.

A barreira de entrada é alta

Mais uma vez, diferente da compra de um carro ou um eletrônico, a aquisição de um imóvel exige uma movimentação financeira considerável. Por conta disso, é absolutamente importante se tornar um símbolo de confiança e amigabilidade ao cliente, reconhecendo que o sonho dele está em suas mãos.

As 5 etapas para uma boa estratégia de marketing imobiliário

Então, chega o momento de colocar a mão na massa. Conheça agora as nossas dicas para aplicar no seu negócio!

1. Dedique funcionários a essa estratégia

Na era digital, o marketing representa boa parte do seu sucesso em alcançar o cliente. Portanto, considere a admissão de colaboradores com experiência na área, além da contratação de serviços voltados à gestão desse ramo e suas estatísticas para melhorar os resultados.

2. Estruture um site próprio

Ainda que existam inúmeros meios para a divulgação da sua marca, é crucial que você tenha um site próprio. Afinal de contas, ele continua a ser o seu cartão de visitas para o mundo, apresentando uma interface atraente para que o consumidor conheça a história da empresa e navegue pelo portfólio — além de ser uma ferramenta fundamental na captação de leads.

3. Aplique o inbound marketing

O inbound é uma abordagem que define estratégias para que o cliente venha até sua empresa, e no geral, costuma incluir quatro etapas. Primeiro, ocorre a atração de pessoas à sua página, por meio de links ou anúncios em redes sociais que levem para o seu portal. Normalmente, a isca é a produção de algum conteúdo interessante ao seu público.

Em seguida, há a conversão dessas pessoas em potenciais compradores, com a coleta de informações de contato. Isso pode ser feito por meio da assinatura de uma newsletter ou quando, intencionalmente, o cliente deixa suas informações no chatbot da sua página.

Em um terceiro instante, acontece a venda, em que o consumidor é maturado até uma visita presencial e decide comprar o imóvel. Por fim, após uma série de interações agradáveis, transparentes e corretas, a sua marca torna esse consumidor em um promotor — ou seja, um vetor direto do marketing boca a boca, recomendando os seus serviços a amigos e parentes.

4. Crie uma identidade de referência

No entanto, como converter o visitante em um lead? Uma excelente estratégia para isso é a produção consistente de conteúdos de alta qualidade, que podem ser vídeos explicativos em um canal da marca no YouTube ou artigos no blog da sua página. O objetivo é engajar o consumidor e dar motivos para ele navegar no seu portal entre os seus serviços.

5. Faça bom proveito das plataformas de anúncios imobiliários

Atualmente, já é possível até mesmo contratar planos profissionais para o cadastro dos seus anúncios. Com isso, você amplia a sua visibilidade, além de ganhar um painel centralizado para gerenciar os anúncios, descrições e contatos com as suas unidades. No Brasil, as principais plataformas são OLX e ZapImóveis, ainda que existam inúmeras outras regionalizadas que podem complementar sua estratégia.

Por fim, também vale destacar a importância da gestão de mídias sociais. Atualmente, esses são os principais canais de interação com os seus clientes, e por isso, é interessante contar com equipes dedicadas à produção de imagens, animações e conteúdos que gerem engajamento com as suas redes.

Em suma, o importante é criar um mix com diferentes ações para aprimorar o marketing imobiliário da sua empresa. E investir em estratégias em canais digitais é fundamental.

Gostou deste post e das nossas dicas? Então, aproveite para espalhar a notícia entre os colegas de atividade e compartilhe este conteúdo nas suas redes sociais!

Você também pode gostar

Deixe um comentário